top of page
workaholic-hand-typing-keyboard-dark-late-night-with-computer (1).jpg

Blog

Fique por dentro das notícias

Fevereiro Laranja: saiba mais sobre as campanhas de prevenção e conscientização sobre leucemia


Nos últimos tempos, campanhas de conscientização e prevenção de algumas doenças estão sendo marcantes em alguns meses do ano através de cores. A exemplo, podemos citar duas das mais famosas: Outubro Rosa, marcada pela campanha de prevenção contra o câncer de mama, e o Novembro Azul, usada para lembrar os homens sobre a importância da prevenção sobre o câncer de próstata.


Com isso, em Fevereiro não poderia ser diferente. O segundo mês do ano é palco de duas campanhas muito importantes: Fevereiro Roxo e Laranja. A segunda tem como objetivo lembrar sobre uma doença muito comum que ainda atinge muitas pessoas: a leucemia.


Fevereiro Laranja


A campanha do Fevereiro Laranja é voltada para a prevenção e conscientização sobre a leucemia e a importância da doação de medula óssea. Segundo os dados do Instituto Nacional do Câncer (InCA), a leucemia ocupa a 9ª posição nos tipos de câncer mais comuns entre os homens e o 11º lugar entre as mulheres. Além disso, estimativas do triênio de 2020-2022 apontam que serão diagnosticados mais de 10 mil novos casos de leucemia no Brasil.


A doença


A leucemia é uma doença causada pelo crescimento acelerado e anormal de células no sangue responsáveis pela defesa do organismo, os leucócitos. Com isso, o diagnóstico precoce e o tratamento aumentam as chances de cura. Por isso, os médicos alertam para sintomas como anemia, dores de cabeça e no corpo, fadiga, queda de imunidade, febres e hematomas e sangramentos espontâneos.


O Fevereiro Laranja é usado para alertar sobre possíveis sintomas, para a conscientização sobre a realização de exames e principalmente sobre a importância do transplante de medula óssea.


Contudo, o transplante de medula óssea é indicado em casos de alto risco. O primeiro passo é procurar familiares de primeiro grau em busca da compatibilidade de sangue. Caso não ache, o caso é registrado no banco de medula óssea. Os doadores voluntários são selecionados até achar a compatibilidade. Por fim, ao achar a compatibilidade, é realizada a coleta do material. Por isso, a doação voluntária é de extrema importância, uma vez que a chance de encontrar doadores compatíveis é baixa.


Fonte: Prefeitura Cidade de São Paulo


Priorize a sua saúde e invista no seu bem-estar. Continue acompanhando nosso blog ou entre em contato para mais informações.


Commentaires


bottom of page